LiveZilla Live Chat Software
 
 
 
Olá, seja bem vindo(a) ao meu site
 
LIVROS
2010
Água de Algodão
Primeiro livro de poesias, do Romeu, “Água de Algodão”, foi lançado no dia 20/12/2001, no Museu da Universidade Federal do Pará, em Belém do Pará.

O livro composto por 102 paginas com o prefacio da professora NeIIy Cecília Paiva Barreto da Rocha e apresentação do  jornalista Bernardino Santos.Na sua apresentação, o jornalista , escreve:

'Em Água de Algodão, Romeu Neto percorre os caminhos dourados da poesia, levando a mensagem da ternura, do amor e da paixão, num estilo suave como o branco vôo das garças, que povoam o imaginário marajoara'.

Leiam algumas poesias do livro:


Paixão que os olhos mentem.

Paixão
Que aos corpos sentem
Que aos olhos nunca mentem
Que aos corações tremem.
Amores
Que aos corpos se entregam
Que perturbam corpo e mente
Paixão que aos olhos nunca mentem.
 

Solidão da Madrugada.

Meu amor, estou no silêncio da solidão
Para buscar um amor para o meu coração
Que no peito está vazio
dizendo que não tem ninguém,
Pois quando o amor vier
A solidão vai embora
E vem a paixão
 

Fome

Fome vem da palavra miséria
com cenas fortes e muita dor
chora um alimento, chora um sustento,
atirando o próprio corpo no calor,
sentindo uma pontada no peito,
sofrendo e chorando no seu peitoe sentindo muita dor.
Coração de catador, suando frio
e gemendo com dor
um alimento sendo catado
suado com calor
atira-se para o lixo
comendo feito bicho
sem extinção
com o coração na mão
mexendo no chão.
Quando se vê
chora
perdão.
 

Olhos Vermelhos

Amor,
estou derramando lágrimas de momentos
que abalaram o meu coração.
Chorando de dor,
não dá para controlar a emoção
de ver uma paixão indo embora.
De tanto chorar,
tirei todos os meus segredos
e me livrei de todos meus medos.
Esquecer uma vida tão difícil,
jogar anos de amor fora...
Essas lágrimas que estou derramando
são lágrimas de vidas passadas.
 

Hoje

Hoje eu voltei
para te amar,
te colocar na cama
e nos braços te fazer sonhar,
te fazer adormecer,
sentir o teu corpo estremecer
beijando a tua boca
para sentir o meu prazer.
Se eu morrer nos teus braços
já estarei enterrado
no cemitério do teu coração.
Site Romeu Neto
« Voltar
 
 
Desenvolvido por:
CentrallWEB
Site Romeu Neto
E-mail:
contato@romeuneto.com.br
Sistema Anti-Stress:
Anti-stress